Fechar [X]
ANTICAST135_POST

AntiCast 135 – Os Mitos de Cthulhu

com Ivan Mizanzuk, Brads e Carlos Orsi

35
notas
0
likes
0
Tweets
0
Pin it
35
notas
0
likes
0
Tweets
0
pin it

Olá, antidesigners e brainstormers!
Neste programa, Ivan Mizanzuk e Brads conversam com o escritor Carlos Orsi sobre os Mitos de Cthulhu! Conheça um pouco mais sobre a vida e obra de H.P. Lovecraft, seu legado literário, seu círculo de amigos escritores que ajudaram a perpetuar os mitos de Cthulhu, as hierarquias lovecraftianas, ordens esotéricas reais que se utilizam dos mitos para suas práticas, os diferentes sistemas de organização da mitologia de Lovecraft e outras curiosidades macabras divertidas!

>> 0h07min28seg Pauta principal
>> 1h46min10seg Leitura de comentários
>> 2h09min39seg Música de encerramento: “Cthulhu”, da banda Iced Earth

Download do episódio

Anunciaremos o vencedor do jogo “A Vítima de Ouro”, anunciado na semana passada, do estúdio Little Leds, do ouvinte André Alves de Oliveira

Curso de Infografia do Ancara e do Fabiano
Um passeio pela história, teoria e prática da produção de infográficos impressos e digitais
Curitiba – 2 de Agosto

Workshops História da Arte para Criativos do Ivan
São Paulo – 22 de Junho
Curitiba – 19 de Julho

Link
Blog Carlos Orsi

Hangouts
03 de Agosto
10 de Agosto

iTunes
Ouça o AntiCast no iTunes aqui ou então manualmente: Assine no seu iTunes da seguinte forma: Vá no Itunes, na guia Avançado > Assinar Podcast e insira: feed.anticast.com.br

Redes Sociais
Nos acompanhe no twitter @anticastdesign, na nossa fanpage no Facebook e no Youtube (/anticastdesign). Ou nos mande um email no [email protected] Siga também o nosso irmão @filosofiadesign.

LEIA TAMBÉM
COMENTE
  • Rubens Beraldo Paulico

    Opa, só uma correção rápida. Azathoth é o Caos Nuclear. Caos Rastejante é o Nyarlathotep.

    No mais, ótimo AntiCast. Sempre quis saber mais um pouco sobre essa mitologia de Lovecraft. o/

  • Fabrizzio Caron Michelazzo

    Vamos lá:

    1) já que o podcast foi finalizado com uma música envolvendo Cthulhu e afins, recomendo a banda americana Absu. O mais curioso é a postura séria (se é que posso adjetivar assim) que eles abordam a temática dos mythos, diferentemente daquela conhecida sensação de RPG e espadas +12 atk que algumas bandas de metal passam. Ok, melhor: existe o elemento de RPG, mas o roleplaying é justamente a consideração de que tudo o que é abordado é, de fato, real. Enfim, um bom alimento para o daydraming alheio.

    2) um jogo que vocês não citaram é Eternal Darkness, que, apesar de não ser diretamente relacionado com os mythos, a inspiração é evidente. Tenho alguns problemas com o design, mas a atmosfera e a mitologia própria criada é algo digno de chance. (https://www.youtube.com/watch?v=qC_iOYvTBYM esse voice acting não tem preço!)

    3) aproveitando as citações deste ep: vocês pretendem fazer um programa sobre ocultismo e magic(k)a? Na minha visão de leigo, creio que daria pra traçar uns paralelos curiosos com o Design, não? Bem, o próprio nome já diz: sistemas mágicos, e um sistema, de fato, pode ser projetado. Às vezes teimo em ver o ocultismo como detentor de um poder estético significativo, e tento traçar paralelos com a expressão materializada através do próprio design de jogos (por ser o mais notável exemplo de “sistematização criativa” que conheço). Se olharmos sob o viés descrente temporário para com o oculto, esse poderia ser encarado como extrapolações (criativas) da nossa própria realidade sistêmica.

    Pronto. Creio que era só isso. Desculpem-me pelo sono em forma de cacofonia e também pela cagação de regra e o provável uso desregulado de termos e conceitos (juro que quando entrar na faculdade de filosofia este ano a coisa melhora). Continuem com o ótimo trabalho, por favor!

    obs: Ivan, você tem a sua tese de mestrado do Crowley disponível para o público? Gostaria muito de lê-la!

    obs2: cê esqueceu de colocar o link da antologia do Lovecraft na postagem!

    • Fabrizzio Caron Michelazzo

      cristo. fui editar e sem querer cliquei em apagar

  • Geraldo

    CARALHO!!!! Ótimo tema! Baixando com força!!!

  • CH3COOH

    Só eu que tive a impressão que o Beccari não (pode) participa (mais) em programas com convidados?

    Azathoth, força universal? Tipo entropia?

    Esperando o ‘mp3′ do Rouxinol e mais programas como o da Malévola.

    • Arthur

      Tenho essa impressão já faz um tempo.

    • Guest

      Não é impressão, é fato. Devido a “um acordo entre os participantes” da ditadura Anticast, onde Beccari vetado de suas participações na presença de convidados, se submete ao sistema ao concordar com as novas regras pelo ganho de um podcast só dele chamado “Não Obstante” cala para sempre suas inquietações. Ainda prefiro imaginar que este mesmo senhor das intrigas trabalha no estilo gaming the system e que um dia tomará o poder de Ivan Mizanzuk. Hahahaha! Brincadeiras a parte, “Não Obstante” é o programa onde só o Beccari caga regras, escute, vale a pena!
      Aliais, vou propagandear o podcast do Yassuda, “Mupoca” que tem um programa só sobre Gaming the System, que por sinal é muito bom. Também recomendo!!
      Abs! (a) V.

  • Nafi_ssura

    Eu quero o ringtone do rouxinol! E a camiseta. O telefone do Beccari pode deixar pra lá, não teria credito o bastante pra fazer a ligação tão longa assim… já que estou comentando, ótimo episodio, o universo do lovecraft é muito bom, mas eu realmente não consegui gostar da prosa dele quando li, achei que ele apenas escrevia mal… agora eu sei que tenho que procurar as obras dele em inglês e tal.

    ps: obrigado por não fazerem a piada do loveRcraft.

  • Lincoln Souza

    O Rei de Amarelo é um puta livro, eu até então não conhecia até ver uma citação do Gaiman. Estou terminando o livro agora, e é ótimo.

  • Aqualad/Muleque-Piranha

    Neste programa aprendi que: “As pessoas são o pior tipo de gente”.

    Lições do Beccari > lições do He-Man

    avante rouxinóis o/

    • reilisam

      o/

  • Adriano Beringuy

    Nem reclamo de prenderem o Beccari antes de gravar o Anticast… Apesar das participações dele acrescentarem bastante ao programa (em episódios como o 127 e o 133 ele dá um show), sua falta de capacidade em ser sucinto me faz querer muitas vezes jogar o fone de ouvido pela janela do ônibus.
    Tratando do tema desse Anticast, creio que é sim possível criar uma boa adaptação cinematográfica. No filme Silent Hill e no curta Mamá, podemos ver que o terror pode ser causado pelas criaturas ao não respeitarem leis físicas, lógicas ou anatômicas. Isso às tornam inimagináveis, não por serem impossíveis de serem representadas visualmente, mas por serem “inaceitáveis” para nossas cabeças. Mas o mais importante numa tentativa de adaptação dos contos de Lovecraft para os cinemas continua sendo o roteiro e, nesse ponto, os filmes continuam pecando amargamente.
    Quanto a camisa do Anticast, não acho uma boa ideia uma do Rouxinol Beccariano… A graça está na linda melodia. Mas uma com “As pessoas são o pior tipo de gente” eu compraria fácil.

    • buhler

      eu curto o Beccari, o fato de ficar com raiva as vezes, quase sempre, faz ele ser engraçado de uma forma maluca.

      Ja reparou que ele da uma risada estranha quando ele sabe que vai entrar em um assunto que provavelmente não ira conseguir ser sucinto, mas se sente na obrigação mesmo assim de continuar..

      …então o aborto.. bem.. hehehee o aborto visto por uma esquestão critica….

      AHUAhuahUAh ele é foda

  • buhler

    No meu gabinete tem um papercraft do My little Cthullu =p

    Segue abaixo a imagem dele dizendo oi :D

    se vocês quiserem montar um tb =p segue ai
    http://dreamlandtoyworks.com/my_little_cthulhu.html
    http://dreamlandtoyworks.com/papercraft/MyLittleCthulhu_GRN.pdf

  • http://www.brads.com.br Brads

    Esqueci de comentar durante o programa sobre o especial em 3 episódios do South Park chamado “Guaxinim e Amigos”, em que o Cthulhu é despertado por acidente no oceano por uma petrolífera. Adivinha quem vira seu amigo? Tem até um clipe musical com o Cartman e ele hahaha

    CTHULHU SONG:

  • Raphael Lamour

    Ivan – no momento que vc ficou tentando lembrar de um monstro inimaginável do cinema lovecraftiano – eu diria que o Old One do filme Hellboy (1) segue essa ideia, é assustador, gargantual e enigmático.

  • Raphael Lamour

    Quem raios é Brads por favor? haha! não achei seu nome completo. participou bem pouco, mas tá jóia! o/

    • http://www.brads.com.br Brads

      Lembra quando o Ivan falou que tava vendendo o anticast por R$ 10,00? Comprei! agora tenho uma cota de participação de tempos em tempos hahaha

    • Ancara “o Porteiro”

      COMO ASSIM!? HERÉGE! Hahaha po o Brads é o cara por trás de grande parte das artes das vitrines do AntiCast desde que a gente veio para o B9

      • Raphael Lamour

        -_-

  • Raphael Lamour

    Outro monstro Lovecraftiano no cinema: The Fog.

  • Raphael Lamour

    Outro monstro Lovecraftiano no cinema: The Fog

  • Franklin Silva

    Podcast e vitrine sensacionais, como sempre.
    Li apenas o básico da mitologia que H. P. Lovecraft criou, e toda vez que ouço sobre as influências que ela causou na cultura atual sinto mais vontade de me aprofundar (e enlouquecer mais) nos contos desse grande escritor.
    Além disso, ‘O Rei de Amarelo’ também vem atraindo minha atenção, seja nas recomendações e comparações com os contos de Lovecraft, seja no que vi retratado no ‘True Detective’; se tiver aquele tom obscuro e psicologicamente traumatizante que está presente nas duas obras citadas acima, ler este livro também vale muito a pena.
    Quanto ao programa, mesmo que eu saiba que o Beccari fora “expulso das entrevistas por ser demasiado prolixo”, penso que ele acrescentaria na qualidade do programa dando um ponto de vista filosófico sobre o tema. (Talvez o meu apreço pela Filosofia fale por mim nesse momento e desvie os meus olhos da necessidade de haver um fluxo corrente numa entrevista).
    Enfim, se o Ditador barrou a participação do Beccari no programa, peço pelo menos que ele disponibilize o ‘mp3′ do Rouxinol cantor de Jazz (Haha!).
    Flw.

  • Fabio Negro

    NOME DESSE PODCAST ——> os mitos de Cthulhu
    AOS 1m03s ———> “tem a ver com o Lovecraft?”

    aí enfraquece…

  • reilisam

    Excelente cast, pessoal! Como sempre, a profundidade do papo foi fenomenal! Chega de achismos e gente que não tem ideia do que está falando, como acontece quase sempre nos outros podcasts! Anticast é hemorragia nasal nos fracos! haha

  • reilisam

    Ivan, quero a camisa do anticast! Depois de mais de 5 anos ouvindo diversos podcasts (entre eles nerdcast, braincast, vortcast – que nem ouço mais – etc), vai ser o primeiro item relacionado a um podcast q vou comprar!

  • reilisam

    Ivan, quero a balada do rouxinol no meu celular! Pode ser até mesmo com aquela (sua?) risada que escapa no final da cantoria do beccari! hahah

  • reilisam

    Beccari, grava logo o não obstante! Depois de gravado, vc acha alguém pra editar mais facilmente. Difícil mesmo é juntar a galera e produzir uma discussão com a qualidade q vcs fazem.
    #freebeccari
    p.s.: quero a camisa do anticast e a balada do rouxinol

  • heliodsn

    Essa idéia de “um monstro que não aparece” me lembra Clooverfield.

    Podcast fantástico, estava procurando algo pra ler, acredito que vou começar pelo Rei de Amarelo que ja ouvi tantas vezes e agora me chamou mais ainda a atenção e depois partir para os do Lovecraft.

    Uma pergunta só que eu tenho, existe alguma ordem recomendada pra se ler os livros? Visto que eles aparentemente se passam num mesmo universo(?), existe uma linha temporal a ser seguida ou qualquer livro em qualquer ordem?

  • Thing

    Achei levemente superficial por parte das perguntas/host, mas foi bom. Parabéns pela escolha do tema.

    Outra ref de “Nas Montanhas da Loucura” no cinema: O Enigma de Outro Mundo (1982)

  • Guilherme L. Moura

    Eu quero a baladinha do rouxinol e uma camiseta do anticast! Por um mero acaso, meu pai tem uma estamparia ou camiseteria como disse o Ivan…

  • Andre_V8

    Fantástico o podcast. Acho que vocês poderiam fazer outros apenas sobre autores, heim!? Que tal um sobre o Philip K. Dick?

  • Alan Daniel

    Um excelente podcast cretino. hahahahahahaha Tudo que conheço de H.P Lovecraft, ouvi nas rodas de RPG, em um Nerdcast, e agora no Anticast. Gostei bastante do cast, mas não vou ler H.P. Lovecraft. Espero que, quando fizerem um filme sobre “call of cthulhu”, não mostrem o monstro diretamente. Também achei o filme Cloverfield muito bom, até mostrarem o monstro. “Desbruchadeblairizou” o filme.

  • Matthews Camargos

    eu quero/preciso a camisa e o toque polifônico do rouxinol

  • http://algumasideias.net Fabiano França

    Para quem quiser ter a obra completa do Lovecraft: http://cthulhuchick.com/free-complete-lovecraft-ebook-nook-kindle/