Print

Serviço oferece “inspiração por assinatura”

Estudante de design monta caixas com objetos que prometem ajudar criativos

14
notas
0
likes
0
Tweets
0
Pin it
14
notas
0
likes
0
Tweets
0
pin it

Maria Theron é uma estudante de design gráfico do Maryland Institute College of Art, que resolveu criar um serviço que promete oferecer “inspiração por assinatura”. A inspiração chega em forma de diversos objetos distribuídos em caixas, que são enviadas a cada três meses.

Intitulado Creative Box, o projeto é descrito como um “serviço de assinatura para criativos” que tem por objetivo “inspira-los e mantê-los motivados”.

Trimestralmente, os assinantes recebem caixas customizadas de acordo com as preferências e processos criativos, informados em um perfil. Entre os objetos que fazem parte da caixa estão livrinhos, pôsteres e pequenos livros, entre outros.

Para saber mais, basta clicar aqui.

creativebox1 creativebox2 creativebox3 creativebox4 creativebox5

LEIA TAMBÉM
COMENTE
  • http://pipocamusical.com.br/ Raquel Moritz

    O site deles é um jpg?

    • Amanda Bimonti

      é. rs

    • Flávio Dechen

      É sim. Cria no Photoshop > Save for web and devices > agora é só subir no FTP! Hahahahaha

      • http://pipocamusical.com.br/ Raquel Moritz

        Vixi… E eu toda empolgada tentando clicar nos botões, hehehe.

  • Miguel

    Aqui onde Brainstorm9? Aqui ondeee??? T—-T

  • Lia

    Sem link no clique aqui, galers.

  • ViictorC

    Ok, mas como eu assino o serviço afinal? O.o

  • Adriana

    Oi? Link, por favor.

  • Gisele

    O link please!

  • Helena Málaga

    Não entendi se o serviço já está funcionando…Vemos fotos e tudo mais, mas não dá para se inscrever… :/

  • David N. Balotin

    Não entendi toda essa pressa pra clicar, eu também achei uma ótima ideia, mas tenho quase certeza que não rola pro Brasil.

  • Arthur

    Pelo que eu entendi isso foi tipo uma barrigada. O site é conceitual. Não existe…

  • Gustavo Sousa

    Provavelmente é um WIP. Não tem link, não tem site. Acho que faltou uma dedicação da Amanda pra pesquisar sobre. E apesar do projeto ser legal, dificil chegar no Brasil.