Fechar [X]
onformative-dstq

Dados do Facebook transformados em papel de parede floral

Projeto de visualização de dados realizado pelo estúdio alemão Onformative

0
notas
0
likes
0
Tweets
0
Pin it
0
notas
0
likes
0
Tweets
0
pin it

O estúdio alemão Onformative foi convidado este ano pela Deutsche Telekom para decorar a parede de sua nova loja no Mitte, em Berlim. Sabendo que estas lojas costumam usar suas páginas no Facebook como forma de se comunicar com seus consumidores, a ideia foi trazer as conversas que aconteciam online para dentro da loja física, em uma visualização de dados gerada a partir dos posts e interações na rede.

Uma visualização de dados abstrata ilustra dados e interações da Fan Page da Telekom Flagship Store.

O resultado foi um papel de parede que, à primeira vista, parece apenas com padrões florais. Mas, olhando de perto, consegue-se perceber como cada construção do desenho é determinada por dados conectados que contam histórias.

A equipe do estúdio criou uma aplicação em Processing para coletar dados de quatro anos, usando a API Facebook Graph. Dessa forma, cada folha é baseada em um post. Para cada um, são analisadas variáveis como data, número de comentários e de curtir. Tais valores são mapeados e projetados nas características de cada folha. Por exemplo, a cor vermelha determina o quanto o post foi curtido, enquanto o tamanho da folhagem refere-se ao tempo de postagem.

onformative-2
onformative-dstq
onformative-3

“A ideia era trazer a comunicação online para dentro da loja física, criando um design tanto bonito quanto significativo.” - Onformative

Além disso, QR codes acompanham alguns posts especiais, para que os visitantes possam instantaneamente acessar suas informações com o celular. Assim, cada estilo de folha passa uma diferente mensagem.

Para gerar o layout final, uma ferramenta de design generativo escrita em Processing foi usada para criar diferentes variações, todas editadas manualmente. As folhas generativas são, então, atribuídas automaticamente aos ramos criados em função das datas de cada post.

Desta forma, é possível “ler” as folhas como mensagens, em ordem cronológica a partir da raiz da árvore.

LEIA TAMBÉM
COMENTE