CricklewoodSquare-destaque

Londres ganha praça móvel e portátil

Projeto visa discutir a falta de espaço público em Cricklewood, noroeste da região, e encorajar mudanças para a comunidade

0
notas
0
likes
0
Tweets
0
Pin it
0
notas
0
likes
0
Tweets
0
pin it
“Cricklewood é uma área bastante ocupada, mas não tem biblioteca, nem praças ou bancos nas ruas.” – Tom James (Spacemakers)

A agência Spacemakers, focada em ambientações e intervenções na cidade, criou uma praça móvel que será transportada de bicicleta por Cricklewood, no noroeste de Londres, durante as próximas semanas. O objetivo é discutir a falta de espaço público nesta área da cidade.

Junto com a estrutura de dez metros quadrados e uma base de cinco rodas – com design do Studio Kieren Jones – uma série de eventos gratuitos como shows, filmes open air e bate-papos sobre arquitetura e urbanismo irão passar pela praça, tudo em prol de uma cidade mais inteligente e aproveitável.

O projeto, financiado por Outer London Fund, é parte da iniciativa de rejuvenecer o centro de Cricklewood. Spacemarkers, que já tinham trabalhado na regeneração do Brixton Village, inicialmente entraram com o trabalho de transformar lojas vazias na área em espaços melhores aproveitados pelos habitantes.

Deixar os moradores decidirem como o espaço deve ser e definirem suas próprias regras é essencial.

Mas a ideia acabou se desenvolvendo em uma praça móvel após estudos sobre o local, quando descobriram a falta de espaços públicos na area. Como os proprietários das áreas não permitiram a transformação deste espaço, a opção foi criar algo portátil e móvel.

A estrutura conta com uma torre do relógio feito à mão, e vai abrigar bancos e assentos feitos por fornecedores locais, utilizando materiais reciclados.

CricklewoodSquare-2
CricklewoodSquare-3

Uma solução prática e lúdica, que proporciona um cenário vivo e ajuda a enquadrar os espaços.

O projeto quer mostrar o que os espaços públicos podem oferecer à comunidade, e como pequenos pedaços de terra podem ser usados para criar novos sentidos para a região. Mas mais do que isso, pretende-se instigar as pessoas locais a fazerem uma pergunta: “que tipo de espaço queremos, e onde podemos encontrá-lo?”

A praça, mesmo que temporária, espera encorajar mudanças de longo prazo em Cricklewood.

LEIA TAMBÉM
COMENTE