Na era digital, Trefle prova que há momentos em que o papel é insubstituível

Campanha francesa leva a assinatura da Leo Burnett

0
notas
0
likes
0
Tweets
0
Pin it
0
notas
0
likes
0
Tweets
0
pin it

Na eterna batalha sobre a digitalização do mundo, em que sobram justificativas sobre como o papel está cada vez mais obsoleto, a Leo Burnett criou um argumento excelente para provar que não será tão fácil assim nos livrarmos deste dinossauro.

Se por um lado computadores, tablets e smartphones estão cada vez mais presentes em nossas vidas – seja para escrita, leitura ou criação, como mostra este filme para a francesa Trefle -, nada é mais eficaz do que uma esposa vingativa para provar a seu marido metido a moderninho que há momentos na vida em que, sim, o papel é insubstituível.

Emma rules!emma1 emma2 emma3 emma4

LEIA TAMBÉM
COMENTE