Fechar [X]

Comitê revela a tipografia dos Jogos Olímpicos Rio 2016

32
notas
0
likes
0
Tweets
0
Pin it
32
notas
0
likes
0
Tweets
0
pin it

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 revelou recentemente a fonte que será parte da identidade visual do evento no Brasil. A criação do estúdio Dalton Maag levou oito meses de trabalho, desenvolvendo 5.448 caracteres no total.

Inspirado pelo logo, o conceito tipográfico também remete a diversos elementos da cidade do Rio de Janeiro. O calçadão de Copacabana, por exemplo, está presente nas letras “m” e “n”. A letra “r” remete a Pedra da Gávea, e por aí vai.

Conheço bem o risco que corro postando sobre esse assunto – e principalmente elogiando. E digo isso porque sei como é difícil agradar a gregos e “troll-ianos” quando a discussão (rola na web, e) é sobre design. Mas minha opinião é como profissional deste campo, não como editor do site.

Numa primeira olhada, agrada. E analisando cada detalhe, posso dizer que o  projeto foi muito bem concebido. Não se trata apenas de uma “fonte com cara disso ou daquilo”. Ela possui tudo o que um tipo sério necessita. Boas ligaduras (adorei a do s+a em especial), ótima legibilidade e o principal: A cara do Rio de Janeiro.

É despojada, artística e aconchegante. Desde a primeira vez que vi (cheguei a postar aqui) a criação da Tátil, soube que aquilo era só o começo.

O Brasil pode não ser o melhor exemplo de organização pública e planejamento para eventos desse porte, mas ao menos quando o assunto é design, o Rio sempre foi – e se torna cada vez mais – a “meca” desse campo no país. Bom, eles tem a ESDI, né? Não tem nem o que falar.

LEIA TAMBÉM
COMENTE
  • http://animelili.blogspot.com.br/ Liliane

    o T do Cristo Redentor deu um ar super brasilerio,Amei a idéia!

  • Leo

    Gostei muito, mas não entendo como pode levar 8 meses de trabalho e tampouco quais são esses 5.448 caracteres…

    • Saulo Mileti

      Mas é por aí mesmo, Léo. Demora pra caramba. Até porque vão aparecendo inconsistências, sabe? Quando você acha que está tudo ok, percebe que não é bem por aí…

      Assim é a vida de um projeto de design (levado a sério). :)

      Quanto aos caracteres: além das refações e novas criações (que certamente estão contabilizadas aí), também tem as variações. Por exemplo: Se o "F" faz ligadura, tem que criar como ela é para uma dúzia de letras. F+I, F+E, F+A, F+L, e por aí vai.

      Valeu pelo comentário! Abs, Saulo.

      • http://www.youtube.com/user/alfistibrasiliani ALFA_MOBILI

        e as famílias tipográficas?

        apenas uma ou quantas são?

        ficou faltando essa informação no texto…

      • http://twitter.com/thiagorubinelli @thiagorubinelli

        Leciona pra eles Saulo Milera rs
        Mandou muito bem na resposta para o Alfa Mobili também. Não pode se criticar um trabalho da TÁTIL de OITO MESES para OS JOGOS OLÍMPICOS em alguns minutos.

    • Andre

      sabe o porquê de vc não entender? Porque nunca estudou tipografia. Simples assim..

  • Felipe

    Tem algum lugar para fazer download da fonte?

  • XXX

    Ainda bem que a tipografia das Olimpíadas é linda, porque a da Copa… ô coisa horrível!

  • http://www.observoeescrevo.blogspot.com Charlie Dalton

    Linda demais essa tipografia. Esse lance de ter ligamento, de ser confortável para os olhos… eu tenho um conceito semelhante quando posto ou no meu blog ou quando vou passar a mensagem pra alguém via outra plataforma, e o design dessa tipografia é bem isso. O jeito delas lembram muito o formato da areia e das ondas do mar, e ao mesmo tempo tem um quê de Pão de Açúcar nela. Posso estar sendo exagerado, mas tudo isso é o que imagino vendo essa tipografia.

  • http://twitter.com/stealmykiss @stealmykiss

    Quero essa tipografia no meu computador ):

  • http://www.youtube.com/user/alfistibrasiliani ALFA_MOBILI

    "O Brasil pode não ser o melhor exemplo de organização pública e planejamento para eventos desse porte, mas ao menos quando o assunto é design…"

    exatamente, a fonte estilo manuscrita sem blocos de construção e sans serif remete muito bem à bagunça e falta de organização de nosso país, povo e políticos. Ou vcs esperavam o quê? uma fonte blocada e construtivista como a Helvetica? nada disso, isto vem da disciplina e precisão suíça, ou germânica no caso de outras fontes.

    Cada país tem a fonte que merece hehehe

    p.s.: breve dissertação acerca da tipografia brasileira: percebo uma maior ênfase no conceito vernacular aqui no Brasil, sempre algo bem informal, descontraído… fontes que representam a "malandragem"? (agora fica a reflexão…)

    • Saulo Mileti

      Fala Alfa Mobili,

      Não sou um defensor brasileiro e estou longe disso. Mas, por mais que eu ame Helvetica e outras Sans derivadas dela, jamais acharia coerente se o Brasil criasse algo nesse sentido (de representar o país). E não por serem melhores ou piores do que nós: mas porque realmente não possui o espírito daqui.

      Quanto a concepção vernacular (será que é correto falarmos assim, nesse caso?), não acho que é por conta da "malandragem". Mas sim de coisas como o artesanato, descontração cultura popular, simplicidade e a receptividade. É amigável, confortante… e por aí vai.

      Abs, Saulo.

  • http://twitter.com/zerrenner @zerrenner

    Curti demais o M e o N!
    Foda demais! O trabalho visual pra 2016 está ficando bem competente.
    Tomara que isso tome conta de todo o evento, como foi em Londres.

  • Andre

    Bom… na minha humilde opinião, achei despojada demais. Concordo com o "Alfa Mobili" em dizer que não reflete seriedade e organização. Informal demais. Prima da Comic Sans. Além disso, não vi em nenhuma das imagens, estudos de composição em outros idiomas. Estou curioso em saber se as conexões entre os caracteres vão se comportar como o esperado em um idioma como o Alemão, inglês, francês…

    • Saulo Mileti

      Não tenho dúvidas que suportarão. Um projeto de 8 meses, e ainda mais feito por quem foi, não é qualquer projeto. :)

    • http://www.grandecoisa.com.br Guizaum

      Eu já acho que esteticamente condiz perfeitamente com o Rio. O Brasil é algo orgânico, natural, cheio de conexões sabe. Essa fonte me remete ao samba, as ondas, a brisa, essa ginga toda que o Rio de Janeiro tem, essa mistura que gera algo, acho que isso não interfere na "seriedade e organização do evento" pelos seguintes motivos:
      1 – Nessas décadas todas de Olimpíadas, elas não são conhecidas pela falta de organização, já que é um evento que transcende a marca, a marca das olimpíadas (apesar de durar pra sempre) é sazonal, existe durante o período do evento e pronto e já sempre por perto dos arcos olímpicos, que bem, não precisam ser explicados quanto a seriedade e organização.

      2 – As olimpíadas lá no Rio vão ser criticadas até o último segundo e já vai ser uma bosta, independente de quão extraordinária ela for, porque afinal de contas, o Rio AINDA fica no Brasil, e brasileiro é foda quanto a essas coisas que mobilizam o mundo todo.

      Muito confuso, eu me empolgo escrevendo as vezes e posso acabar confundindo tudo!

      Abraço!

  • Matheus Lanza

    De fato, uma bela tipografia. Bem construída, coerente com o propósito e com belas ligaduras, hehe… Inclusive o fato de usarem pontos característicos do Rio como referência para alguns caracteres é algo muito positivo. Porém, essa tipografia será usada em todos os materiais de sinalização do evento, não? E não sei se essa tipografia manuscrita, vai ficar boa em tamanhos maiores, no caso, em displays, painéis, placas, totens, etc… Talvez seja apenas a impressão de quem acabou de conhecer a fonte, veremos! Mas ainda sim, um belo trabalho!

  • http://publi-design.blogspot.com Alexandre Oliveira

    Que tipografia linda! Arregaçaram!

  • marcelo

    muito legal!!

  • Rogerio Moreira

    Os profissionais trabalharam 8 meses para um zé ninguém ficar criticando, vamos respeitar
    mais e criticar menos.

    Parabéns aos criadores!

  • Vinicius

    Chega de referência de cristo, calçada, corcovado, pâo de açucar. O trabalho ficou muito bom, no entanto, o Brasil é um país tão rico em diversidade e paisagens muito mais atraentes que os morros do Rio de Janeiro… Não sei se rola uma pressão política para estampar somente a cara do Rio como identidade única do país, mas como pode uma bandeira se dizer multi-cultural e acolhedora e vangloriar uma cidade só?

    • nortongomes

      Cara, a Olimpíada é do Rio de Janeiro, não do Brasil.

      • Vinicius

        Até concordo contigo Nortongomes que as olimpiadas serão no Rio, entretanto, os atletas que irão representar o país são somente cariocas ou paulistas, gauchos, baianos, pernanbucanos, paranaenses, mineiros e por ai vai. É nisso que eu vejo a falta de prestigio.

    • http://www.designando.com msales

      Acho que você está confundindo o evento… a COPA é no Brasil… não as Olimpiadas… ;)

    • http://www.zaoyeza.com giulvieira

      o trabalho sem dúvida ficou muito bom, mas concordo com Vinicius. No Briefing deveria ter constado, Brasil. Daqui à pouco vão encomendar um novo design para a nossa bandeira e a linha central com aquele ângulo curvilíneo (onde contém a frase "ORDEM E PROGRESSO") terá duas corcovas, uma maior e uma menor. Precisamos "viajar"mais pelo Basil.

  • Guga

    É muito bom poder ver alguma coisa relacionada a Olimpíadas ou Copa no Brasil e ser só incrível, bem feito, original…

    Ficou incrível mesmo.

  • http://www.solutydigita.com.br Otávio

    A frase mais comum hoje em dia é "A marca/identidade está sendo bastante criticada nas redes sociais, blablabla….". É inevitável, até o melhor trabalho do mundo será criticado por idiotas.
    Imaginem se hoje fosse lançada a marca da Coca Cola – "achei muito orgânica, não transmite seriedade e organização, blababllab". Faça-me o favor.
    Baita trabalho este das olimpíadas, INCLUINDO A MARCA INSPIRADA EM HENRY MATISSE.

  • Leandro Monjardim

    Tá vendo, Saulo Milera?
    Nem doeu tanto assim… Tem sempre um ou outro pra criticar com algum argumento ingênuo, mas de forma geral o pessoal curte. Não fica com medinho (heh). Gostamos bastante dos seus textos aqui no B9, principalmente os de design.

  • http://www.aaronpuschel.com aaron püschel

    oi gente, e um estudo muito bonito e acho que e a melhor forma de representar a imagen do rio, tem da alegria e sensualidade do o patrimonio cultural brazuca. tambein goste do inspiracion do trabalho do burle marx (ondas do paisajem copacabana). acredito que vai ser um trabalho muito bom so a que olhar as diferentes respostas pra web, impresos e a tv.

  • http://twitter.com/Flamus @Flamus

    Estava com um pouco de pé atras mais realmente ficou muito bom….acho que deve ser por não ter gostado muito das da Copa do Mundo

  • Rodrigo Seixas

    Só quem já criou (ou tentou) criar fontes sabe a dificuldade que é.
    Para quem não entendeu a quantidade de caracteres é só olhar as letras com calma.
    O "o" é diferente em "AO" e em "FO" (paixAO, transFOrmação), ou seja, existe mais de um desenho para cada fonte, ele varia de acordo com a letra anterior.. ou a seguinte.

  • Leandro Paroche

    todos estudando tanto fazem intercambio na casa do capeta e fica criticando se fosse tão bom estava desenvolvendo este job. Respeitar o trabalho alheio é o minimo.