Spotify lança apps patrocinados para ajudar a fechar a conta

3
notas
0
likes
0
Tweets
0
Pin it
3
notas
0
likes
0
Tweets
0
pin it

Tenho sorte que o Spotify cobra pouco, pois a impressão é que nunca mais conseguirei viver sem. E olha que eles precisam de dinheiro.

Lançado na Europa há quatro anos e nos Estados Unidos em 2011 – por aqui ainda precisamos do velho jeitinho brasileiro, mas nada impossível – o serviço de música mais incrível que existe já pagou 300 milhões de dólares em licença para as gravadoras.

São 10 milhões de usuários ativos que não pagam nada – ouvem propagandas – e outros 3 milhões que pagam mensalmente pela conta Premium.

Sendo assim, a quantidade de assinantes não fecha a conta, e o Spotify já estuda há algum tempo os formatos publicitários – além dos spots entre as músicas – que irão bancar o serviço no futuro.

A primeira novidade anunciada são os apps patrocinados, com playlists criadas por marcas. Atualmente já existem aplicativos de publicações, como Pitchfork, Billboard e Rolling Stone, por exemplo.

AT&T, Reebok, McDonald’s e Intel serão as primeiras a investir no formato, segundo informou a AdAge.

LEIA TAMBÉM
COMENTE
  • Guto Robles

    Agora fica a duvida!! Como é esse jeitinho brasileiro??? Eu gostaria de PAGAR pelo spotify, porque sinceramente, o Rdio é legal, mas está LOOOONGE de ser um Spotify (já usei aqueles dias de graça)…

  • http://www.facebook.com/mariliagilp Marilia Gil

    Eu ia perguntar exatamente o que o Guto já perguntou: Como é esse jeitinho brasileiro? Não conhecia o App mas naveguei no site e me interessei bastante.

  • Rafael Romão

    Eu quero o Spotify no Brasil, mas cadê?