Fechar [X]

A nova identidade do Windows 8

48
notas
0
likes
0
Tweets
0
Pin it
48
notas
0
likes
0
Tweets
0
pin it

Faz muito tempo que não tenho contato com o Windows (o último foi o XP). E confesso nunca ter colocado as mãos no Vista, Server 2008, Windows 7 ou mesmo no Windows Mobile. Mas, embora tenha uma vaga idéia de como ele realmente seja hoje, acredito que uma mudança de identidade seja fundamental – já que o anunciado Windows 8 promete ser um divisor de águas na história desse produto.

Como sabemos, a Pentagram é um dos mais importantes escritórios de design do mundo, com projetos de identidade para Benetton, Nissan, Penguin, United Airlines, Phaidon, Citigroup e outros incontáveis (e brilhantes) trabalhos. E a Microsoft – que não é boba – sabia disso na hora de escolher os caras para o job.
E escolheu bem! Uma prova disso é a pergunta “fatality, kill him!” feita pela Paula Scher (designer, responsável pelo projeto), logo na primeira reunião com os caras:

If your name is Windows… why are you a Flag?

A resposta era óbvia (ao menos para a Microsoft): com o passar dos anos os sistemas ficaram mais poderosos (e graficamente mais complexos), fazendo com que (de forma caótica ou não) a tal “Janela” absorvesse esse espírito: com movimento, cores, brilho e a coisa toda. Mas isso não faz sentido. E, sem dúvida, hoje não funciona mais.

Num momento onde a simplificação da forma volta a ser valorizada (thanks, World!), a Pentagram opta em trazer o Windows de volta a sua base: absorvendo uma cor sólida, traços consistentes e trabalhando a perspectiva dos elementos de forma maestral.

E tudo isso se justifica não apenas pela abordagem gestáltica desse projeto, mas principalmente pelas propostas do produto: criando uma forte sinergia estética com a interface gráfica, batizada de Metro (presente também no Windows Phone).

O projeto me agrada muito por ser, nitidamente, parte de um sistema inteligente, neutro e funcional para qualquer aplicação: seja ela estática ou em movimento.

E embora a Microsoft (e antes, a IBM) tenha cometido o “atentado” de dar longevidade a Arial, o GUI Metro prova que cada vez mais a empresa percebe – valoriza e busca – a característica que sempre foi fundamental nos produtos e sistemas da Apple: o design limpo, de linhas sólidas, tipografia adequada e cores eficazes.

Agora, se o OS vai funcionar tão bem quanto a identidade, já não é comigo. :)

LEIA TAMBÉM
COMENTE
  • http://www.facebook.com/n3ujunior Irineu Rodrigues Junior

    Agora que temos computadores de otro praneta pra dar todos os efeitos do mundo, tiramos….
    Vai entender…na minha época de macos 7.5 era tudo mais simples tb e sonhávamos com volumes e texturas…mas é assim, como designer há um bom tempo entendo essas mudanças e simplificações…

    • lucas

      Concordo contigo, até a hora que aparecer um designer mais fera e aplicar volumes e texturas
      que ninguém havia feito ainda, ai volta tudo e o minimalismo cai de novo!
      Vai entender!?

      • Barbara B

        São tendendências, faz parte!
        Não tem o que entender; só podemos acompanhar…

      • jaime mendes

        Moda, design, tendência… tudo isso está sujeito a ciclos, ainda não deu pra entender isso??

  • Rodrigo

    Mas é arial ou não é?

    • Saulo Mileti

      Rodrigo, se conhecemos bem a Microsoft, eles jamais irão aderir a Helvetica… nem mesmo dentro do OS (nativamente). Mas é só um palpite. :)

      • Marcelo Sazo

        Acho que seria uma "Arial" com alguns ajustes.
        Também é só um palpite, rsrsrs…

        • http://www.murilocampos.com/blog Murilo Campos

          Até onde sei, a história é essa:

          1a fonte de sistema da Apple: Apple Garamond (baseada na Garamond)
          A tecnologia avançou, e a Apple começa a usar a Myriad (da Adobe) +ou- na transição entre mac os classico e X
          Hoje, o sistema mais atual da Apple usa Lucida Grande

          1a fonte de sistema do Windows: Microsoft Sans Serif (baseada na Helvetica)
          A tecnologia avança, e a partir do win2000 a fonte de sistema passa a ser a Tahoma.
          Hoje, o sistema mais atual do Windows usa a Segoe, que teve uma historia bizarra de plagio em cima da Frutiger distribuida pela Linotype.

          Algumas obs:

          1. A Apple paga para usar as fontes no seu sistema
          2. O Windows gosta muito de criar fontes, ou quer bareater mesmo rs (?)
          3. Na realidade há mais de 1 system font. As que citei são as principais.
          4. A Arial é outra história. Acho que quem pagou o desenvolvimento dela foi a IBM. O Windows tem licensa para usar. A Arial é baseada na Helvetica, e teoricamente funciona melhor nos monitores.

          E o achei mais legal (não sei se to viajando):
          A Apple foi mais coerente com as escolhas das fontes de sistema. Todas compartilham traços humanistas. (tem a ver com o lance do jobs, que queria tornar o computador mais acessivel).

          O Windows bateu ali, bateu lá, e acho que até se inspirou por demais na Apple, mas agora, enfim, acertou o compasso.

          Acredito que agora vamos ter, de fato, oposição clara entre Apple (humano) x Windows (tecnologico), fato endossado pela nova marca do win8.

          ass: viajando legal na maionese ahahah

      • http://www.facebook.com/FelipeASaraiva Felipe Saraiva

        A logo da Microsoft é em Helvetica, não custava usar para o Windows que é o maior produto deles

    • Saulo

      A font é a Segoe WP, mesma desenvolvida para o Windows Phone:
      http://en.wikipedia.org/wiki/Metro_(design_langua

  • https://www.facebook.com/leoramires76 Leo Ramires

    achei essa marca péssima!

  • Fabio

    mimimimi bandeira….mimimi janela……o logo é péesimo. PONTO.

    Janelas hoje remetem tb Às janelas/abas do sistema, mas aí vão e colocam essa JANELA DE CASEBRE.

    Dava pra explorar muito mais que esse coisa. Nem tudo que é minimalista é bom!

    • Marcelo Sazo

      SAIBA MAIS SOBRE mimimimi…

      Mimimi é o som feito por pessoas de voz aguda quando reclamam. Usado principalmente por seres desprovidos de inteligência,e retardadas, o "Mimimi" é um método de pronunciar tudo e mais um pouco a uma pessoa, sem que a mesma entenda uma virgula. Normalmente esta técnica milenar é usada em alguém que está encaralhado da vida e de péssimo humor (e que neste caso não ENTENDE ABSOLUTAMENTE NADA DE DESIGN).

    • http://www.otravezagain.blogspot.com Larissa

      Os retângulos não podem ser lidos como janelas de programas? Acho que sim hein? De fato nem tudo que é minimalista é bom, mas nesse caso eu gostei :)

      Gosto de quem sabe renunciar a favor da simplicidade.

  • Marcelo Sazo

    Sinceramente, pra mim não poderia ter ficado melhor!
    Foi fundamental voltar as origens e ser simples, claro e adequado.

  • Diego

    A nova font adotada pela microsoft é a Segoe UI

    • Viakenny

      "nova"? a família Segoe (que não se resume a Segoe UI – a "nova Tahoma") já é a oficial da Microsoft desde antes do lançamento do Windows Vista.

  • LMWS

    Apenas hipsters infelizes acreditam que design torna as porcarias que a Apple faz em produtos melhores. Graças a deus, tá tomando a devida saraivada nos diversos mercados que atua. "Inovação" e "design" são muito diferentes de "competitividade"

  • https://www.facebook.com/durvasimao Durva Simão

    Hollywood deveria criar uma trologia chamada "O Senhor dos Logos", pois os logos são os causadores das maiores discórdias entre os habitantes da Sociedade do Design.

  • https://www.facebook.com/profile.php?id=100000036185239 Tiago Cardoso

    Sou a favor do design minimalista, mais como comentaram acima.. até aparecer algum designer foda que coloque texturas, etc. Aí tudo minimalista fica tosco.
    Sobre a nova ID, achei bacana.. nada fora do comum.

  • http://twitter.com/leonardoregis @leonardoregis

    Sou fã da linha minimalista, pois evidencia a beleza da marca (nome, expressão) com clareza e classe. O recurso de textura e efeitos pode levar (e leva em muitos casos) a uma imagem extravagante e brega.
    Gostei muito da noma marca do Windows. Clean e elegante. Concordo, porém, que o nome Windows perdeu um pouco seu sentido com a evolução das OSs e a convergência para o uso móvel. Microsoft WIN 8 ou, simplismente, WIN 8.

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=100000257673155 Umberto Miller

    Eu particularmente gostei. Simples e de fácil pregnância. De que adianta usar um monte de efeito? Pra que? Pra dizer que é moderno? Aff… um bom design se faz sim com simplicidade. É só olhar as marcas por aí.

  • Marina Moreno

    Gostei! Acho que minimalismo cai bem, principalmente, para marcas voltadas para a tecnologia. Assim, a nova identidade do Windows 8 evolui utilizando um princípio básico da moda, da elegância, e ouso dizer da tecnologia, “menos é mais”.

  • http://www.facebook.com/jonroosevelt Jon Martins

    Ficou demais!
    Pra quem tem o xbox já está acostumado com essa interface. Tô loco pra testar um windows phone.

  • Morbey

    O raciocínio faz todo o sentido, porém eu não gosto da execução. A tipografia segue a mesma linha do "Metro", e o que ela tem de positivo em leitura perde em personalidade. Concordo que é um momento divisor de águas para a MS, e isso se apresenta no contraste da nova IV com a antiga. Mas acho frio, distante. Porém ainda precisamos ver o pós-execução: implementação. Vamos ver como a IV vai se comportar, talvez me faça mudar minha percepção.

    • Saulo Mileti

      O que eu ia responder pra você… você mesmo já respondeu no comentário. Eu ia dizer: – Pois é… mas o ideal é esperarmos a implementação e ver como a coisa vai se desdobrar. :)

      Boa, Morbey! Valeu!

    • Viakenny

      a tipografia é da família Segoe, a mesma de praticamente toda a Microsoft (mas que não é exclusiva da MSFT).

      • Morbey

        Sim. É que a impressão que eu tenho sobre esta família é que ela funciona muito bem na interface. Os caracteres de número por exemplo são lindos. Mas justamente as letras necessárias para compor a palavra "Windows" e o número "8" soam tão genéricas, que é o que acabei descrevendo como "sem personalidade". Olhando o "Metro" em funcionamento, e até da Live, como foi citado aqui, ela funciona muito bem.

  • Felipe

    Ficou minimalista sim, porém esta bem pobre!
    Eu esperava mais da Pentagram, desta vez eles ficaram devendo.
    Quando os caras fazem alguém massa, devemos aplaudir com certeza, pois eles são fod*s, mas quando fazem algo meio boca devemos reconhecer que faltou um pouco mais de empenho.

    A tipia da palavra windows ficou num resultado agradável.
    mas o ícone em si ficou sem peso nenhum, sem uma característica, um diferencial ou um estilo próprio que a diferencie de outros tantos logos que aparecerão no mercado com o mesmo tipo de desenho infelizmente.

    Ja a interface metro esta inovadora e bela, realmente muito bom e creio que vá agradar a todos.

  • Felipe

    O minimalismo é fera, pois dá asas a imaginação.

    Cada um vê o que quer, o que sente, seguindo sua própria história e experiências.

  • lucas

    Sei lá, eu achei meio engeçado essa coisa das formas quadraticas. Ficou pouco organico, parece um sistema fechado que as coisas não fluem fora daquela formatação. Sistema é para ter mobilidade, não pra ficar em um layout que não aceita quase nada.
    Bonito? Ficou… mas 10 a zero pro mac os. Fiquei com impressão que é pra se integrar de forma um pouco mais elegante em sistemas com poucos recursos… tá com maior cara de telefone, tablets sem recursos, netbook que vale uns poucos trocados e gps…

  • http://emyhouseplus.wordpress.com/ Suzi

    Gostei da interface "clean". (Sem falar que o logo ficou mais bonito).

  • Hebert Vianna

    Sinceramente a logo é muito simples. Simplória, não minimalista.

    Só que tem uma "meia dúzia" de bobões que só de saber que ela foi feita pelo estúdio X já começa a pagar pau.

    Se um micreiro faz essa logo e põe no blog amanhã mesmo o pessoal aqui do site faria um podcast para rir e humilhar ele (assim como são os demais).

    ;o)

    • anderson

      Concordo em partes, pode ser até simplória mas o material dentro do contexto que apresentaram faz o maior sentido. Agora gosto pra logo é que nem discutir religião

    • Paulo Miklos

      se fosse um designer fazendo um software ele também ia tomar pau do micreiro…
      a historia mostra :)

      • a_guering

        Porém micreiro não faz software. Micreiro fuça.

    • Thiago

      Infelizmente vc tem toda razão…

  • Fabian

    Gostei da simplificaçao, mas nao daquela janela quadrada. Usaria a bola do Vista em 1 cor, vazado, e so. Quanto a fonte, acho q ta legal.

  • rafamn

    Se puder ser bonito e funcional, ótimo. Se não puder ser os dois ao mesmo tempo, melhor que seja funcional.

  • Roberta Binati

    Achei do karalho um chute no saco daqueles que acham que fazer 1001 estrepulias com efeitos e 3d é um único caminho para um trabalho impecável….menos é mais…

  • http://www.facebook.com/carlospessoajr Carlos Alberto Pessoa

    Na minha atividade, preciso de um note com windows por perto, haja vista que alguns programas que uso não tem suporte para Mac. É bom ver esse avanço, mas tenho receio que "passem da conta" e fique parecido com um SO de tablet, que, particularmente, não me acostumei até hoje.

    Parabéns, Saulo, pelo post tão interessante.

    Abs
    Jr

  • http://twitter.com/malloy_ thiago sacramento

    Simpçes e clean até que sim, mas cade o minimalismo? rsrs

  • http://www.jogosdochaves.org Braga

    Esquecendo o visual e os botões, penso que a Microsoft se deveria preocupar com algo fundamental nos nossos dias: 1- O peso das actualizações no sistema, ao longo do tempo, 2- A proteção anti-virus do computador. Penso que a liberdade de navegação pela NET é do mais importante que possamos ter nos dias presentes. Aí a MAC há muito que ultrapassou a Microsoft em termos de segurança do sistema.

  • Eduardo Espranger

    Concordo plenamente com a proposta do novo logo. Já era hora de a Microsoft mudar radicalmente seus desenhos. Eu também sempre me perguntei: "Por que essa janela parece uma bandeirinha? Nunca, ninguém soube responder." Agora, com a apresentação da interface ( e reforçando: é apenas uma interface para algumas de várias funções, mas não todas que o sistema oferece), se nota que a Microsoft quer mesmo ter sua marca lembrada não só em um logo, mas como um novo OS que acompanha as novas tendências que estão sendo disponibilizadas de o usuário interagir como um todo. Não por ser uma grande agencia, mas concordo que esse logo ficou muito bom. O simples revive.

  • http://twitter.com/dougeureka Doug

    aguardando históricos das próximas camadas (curtindo.. até agora)

  • a_guering

    Meio off topic mas nem tanto:

    Vocês estão esquecendo de um detalhe que eu toco toda vez que entro em uma discussão sobre o Windows 8: O Metro é pra dispositivos multi-touch. Pra funcionar 100% ele requer um display com essa função. Quem ai tem desktop multi-touch, me digam ? Pra mim isso ai é um tiro no pé, estão vendendo como inovação em OS e o caramba, mas só vai ter a funcionalidade em mobile e tablet. Ninguém pediu minha opinião mas vou dizer mesmo assim: que grande bosta.

  • luix

    o mundo divide-se em quem diz "o logo" e "a logo"…

  • Milton

    Se o micro é soft pq um quadrado tão duro?