Pós-considerações sobre SOPA [Parte 1]

10
notas
0
likes
0
Tweets
0
Pin it
10
notas
0
likes
0
Tweets
0
pin it
Abaixo da superfície

Era final do ano passado e eu estava começando a matutar umas ideias para meu segundo artigo para o B9 sobre compartilhamento-download de conteúdo, mudanças de lógica e novos comportamentos quando, muito coincidentemente, ao navegar por certos sites gringos dignos de credibilidade, conteúdo e atenção [1] deparei-me pela primeira vez com algumas notícias sobre o Stop Online Piracy Act e Protect IP Act. Os olhos arregalaram-se, os pêlos da nuca eriçaram, e desde então continuei apreensivamente acompanhando o desenrolar da trama, e discutindo e repassando informações nos twitterfacebooks da vida.

E aí, chegando mais perto dos momentos decisivos, pôs-se em ação o já conhecido e estabelecido modus-operandi de disseminação de informação, principalmente as de teor polêmico acima da média, e de mobilização da web: sites de informação jornalística começam a tocar no assunto (atrasado, com média de uma semana antes do evento), blogs replicam em tom alarmista, usuários começam a prestar atenção, sites e blogs criam be-á-bás e F.A.Q.’s sobre a questão seguido em um crescendo até alcançar os níveis de mini-histeria-redes-socialísticas e criação de rebanhos de usuários engajados de testa franzida, preocupados com SOPA desde pequeninhos [2].

E todos, olhando pra um só lado e, como sempre, esquecendo e/ou incapazes de enxergar que o quadro, sempre, sempre é maior e mais complexo do que a imagem chapada na largura e altura no monitor. Suas implicações e consequências se refletem em 3D, no eixo Z do volume e profundidade.

O efeito mais pernicioso de SOPAs e PIPAs não é só a arbitrariedade de sumariamente fechar sites em nome de detonar pirataria, o brabo mesmo é o objetivo a médio-longo prazo, maliciosamente entranhado nessas ações. Esse efeito seria, num futuro bem próximo, a pavimentação da involução, do caminho regresso a velha mídia de mão única.

A volta ao controle total de conteúdo e mídia (agora digital e virtual) pelas corporações, sem lugar nem para o usuário ativo [3] nem para a livre produção de conteúdo independente. É a insistente tentativa de levar o usuário de volta para o estado primitivo de mero espectador-receptador e transformar a web do século XXI na televisão do século XX, no que há de pior neste conceito de passividade: veículo de puro consumo.

SOPAs, PIPAs e similares que ainda estão por vir [4], são censura e/ou caça-pirataria apenas na superfície. O quadro é maior, mais feio e mais profundo. É pior, é controle e moldagem de comportamento. Estes projetos de lei e mecanismos de controle são o reflexo direto, mas escamoteado, das corporações dominando completamente a produção de conteúdo e ditando o que e como você consumirá, deixando apenas o quando como alternativa verdadeira de sua escolha. Ah, mas é claro que sua voz será ouvida sim: em pesquisa de opinião…

E voltaremos ao status quo que as corporações são loucas para recuperar: eles emissores, você receptor (pagante, é claro) e a web o meio. O bom dessa involução , de emissor-receptor-meio, é que velhos livros de teoria da comunicação poderão voltar a serem usados.

1. Porque relevância é um termo que já perdeu qualquer resquício de sentido no território virtual nacional.
2. E também criador de conteúdo.
3. Fator que pode substituído por qualquer outra questão controversa e/ou intimidadora.
4. A serem comentados na parte 2 dessas pós-considerações, daqui a alguns dias.

PS: As ilustrações deste texto estão disponíveis para download GRATUITO e uso sob licença Creative Commons (CC BY-NC-ND 2.5). Ilustrações – A3 – cmyk (700 KB). A imagem no formato vetorial “EPS” (Encapsulated Post Script) pode ser aberta na maioria dos programas gráficos e redimensionada para o tamanho desejado sem perda de resolução.

LEIA TAMBÉM
COMENTE
  • http://caciquenet.blogspot.com/ Gustavo Soares

    Leis que barram o desenvolvimento da maior invenção da humanidade. E dizem que o Brasil é que anda ruim de política.

  • Ronaldao

    E isso vai acontecer, infelizmente.
    Dizendo pela ótica do 'religioso', eu que acompanho os debates de estudantes da bíblia, estou claro que o começo dos tempos de tribulação será marcado pelo domínio de uma força ditatorial mundial, e vai comendar todos os meios de comunicação. Assim, para bom entendedor… a internet estará na lista. Será totalmente domninado. A nova ordem mundial será como o filme "De volta para o futuro", para uma época igualmente como foi a de Hitler, mas no mundo todo. Não resta nenhuma esperança para o mundo em que vivemos. O apocalipse chegou e eles irão dominar tudo. Não tem como negar. Tudo caminha lentamente e vai se comprovar oq ue está na Biblia. O dominio da internet causará um caos mundial, tanto na questão financeira como democrática. O ser humano voltará a ser barata de laboratório onde ninguem poderá mais pensar com a própria mente, nem comentar o que pensar, nem sair nas ruas sem serem autorizados. Aguardem… Procure informações. Não leiam jornais e TV. As informaçÕes que a midia passa são compradas e controlada. Recomendo a você acessar o canal DANIZUDO no You Tube.

  • Anderson Butilheiro

    Essas notas no rodapé: elas deveriam estar associadas à algo no texto? oO

  • Angea

    Excelente o seu texto. Também acho isto. Não é só a pirataria, a coisa toda é o que vamos consumir e como conumir. É para pensarmos bastante e não aceitar tudo como vacas de presepio.

  • cristiano

    muito bom artigo :)

  • https://www.facebook.com/fabioluiz Fabio Luiz

    Engraçado como li tanto sobre SOPA/PIPA e não pensei a longo prazo. Agora vejo como estava sendo imediatista, preocupado apenas com o download da semana. E o ponto mais importante do texto, eu não pensei como um gerador de conteúdo.
    Quanto às ilustrações… profundas hein!!

  • ZaphoD_Br

    <div id="idc-comment-msg-div-299628034" class="idc-message"><a class="idc-close" title="Click to Close Message" href="javascript: IDC.ui.close_message(299628034)"><span>Close Message</span> Comment posted. <p class="idc-nomargin"><a class="idc-share-facebook" target="_new" href="http://www.facebook.com/sharer.php?u=http%3A%2F%2 Fwww.brainstorm9.com.br%2F28602%2Fopiniao%2Fpos-consideracoes-sobre-sopa-parte-1%2F%3Futm_source%3Dfeedburner%26utm_medium%3Dfeed%26utm_campaign%3DFeed%253A%2Bbrainstorm9%2B%2528Brainstorm9%2529%26utm_content%3DGoogle%2BReader#IDComment299628034&t=I%20just%20commented%20on%20P%C3%B3s-considera%C3%A7%C3%B5es%20sobre%20SOPA%20%5BParte%201%5D%20%C2%BB%20Brainstorm9" style="text-decoration: none;"><span class="idc-share-inner"><span>Share on Facebook</span></span> or <a href="javascript: IDC.ui.close_message(299628034)">Close Message Este processo já esta acontecendo é so observar o numero crescente de "blogs vinculados a grandes grupos" que posam de independente, o que não é o seu caso ( espero). um termometro interessante é o radio Digital, que tinha sido praticamente dado ao sistema americano, em troca da tv digital japonesa, ( wikileaks) e que agora esta tecnicamente definido para o padrão Europeu de condigo aberto o DRM (digital radio mundial, o DRM bom) em detrimento do sistema americano o queridinho da Abert. que virou o jogo no ultimo tempo, fruto do engajamento de técnicos, engenheiros, e radio amadores contra o silencio da mídia oficial, você só acha artigos a favor do DRM em blogs pequenos, se quiser conhecer um especialista procure pelo meu amigo Ataliba. <a href="http://www.cdef.com.br/opiniao/radio-digital-no-brasil&quot; target="_blank"&gt <a href="http://;http://www.cdef.com.br/opiniao/radio-digital-no-b…” target=”_blank”>;http://www.cdef.com.br/opiniao/radio-digital-no-b

  • http://www.otravezagain.blogspot.com Larissa

    ". Estes projetos de lei e mecanismos de controle são o reflexo direto, mas escamoteado, das corporações dominando completamente a produção de conteúdo e ditando o que e como você consumirá, deixando apenas o quando como alternativa verdadeira de sua escolha. Ah, mas é claro que sua voz será ouvida sim: em pesquisa de opinião…"

    Isso me lembra a história dos "filtros-bolha": http://www.ted.com/talks/lang/pt-br/eli_pariser_b

  • http://twitter.com/TiberioBrink4p @TiberioBrink4p

    É a terceira Guerra Mundial. A cyber-guerra que só não tem registro no cartório. Há uma lei mais forte e que já vem sendo discutida há um bom tempo secretamente por alguns países que é a ACTA. A ACTA é muito mais forte do que a SOPA e a PIPA. O mundo não será mais o mesmo se essas leis forem aprovadas. Haverá guerras e caos nas ruas, a população irá se manifestar como nunca se manifestou antes. Todos que tem o conhecimento e o acesso a internet e que principalmente a usa para se expressar dentre outros gêneros que esse projeto de lei quer proibir irá tomar partido sobre isso. Não sei bem dizer o que irá acontecer e seria muita arrogância da minha parte afirmar precisamente, mas eu posso supor duas possibilidades que já acompanhamos a muito tempo e esperamos também. Um novo mundo está para acontecer caso a lei seja aprovada, pois eu acredito que ninguém irá ficar calado ou será o "fim do mundo". Pessoas não terão mais vozes ativas e nem vontades próprias. Ou será tudo muito controlado e manipulado mais forte do que já é!

  • Steve Jobs

    Como tem gente inútil pra pensar em besteira. Vão ocupar o tempo.