Google Street View: um papo sobre privacidade, graça e sinceridade

11
notas
0
likes
0
Tweets
0
Pin it
11
notas
0
likes
0
Tweets
0
pin it

Sim, para alguns o Google Street View é assunto datado, essa discussão já deu e falar de privacidade em 2011 é caído, cala a boca, seu gordo.

Mas o caso é que a Corte Administrativa Federal da Suíça anunciou ontem, mesmo reconhecendo que se trata de uma operação caríssima, que o Google deve fazer as mudanças necessárias nas imagens antes de publicá-las ou obter as autorizações das mesmas para publicação, a fim de zelar pela identidade e privacidade de fulanos e sicranos que aparecem na ferramenta.

O que alega a justiça suíça:

A exclusão de custos adicionais e livre de impostos comercialmente atraentes no Google Street View são, em princípio, reconhecidas como interesses com fins lucrativos dos réus e não deve ficar acima dos interesses dos indivíduos em questão

Pensemos numa hipótese distante, à primeira vista: seu pai morreu num cruzamento. Não é freak e triste demais pensar que ele pode virar um meme (e, na boa, isso é imprevisível) tipo o ex-marido da Susana Vieira trajando sua fatídica sunga branca?

Ou mesmo, vá lá, você descobre que sua prima/irmã/filha/namorada/esposa/mãe (ou todas elas) é (são) prostituta(s) da pior forma: depois de todo mundo. Literalmente.

Peter Fleischer, advogado de privacidade global do Google, resmungou:

Nós estamos muito desapontados porque o Street View provou ser muito útil para milhões de pessoas, assim como empresas e organizações de turismo

E ele tem razão. Mas também tem razão quem reclama.

É diferente do artista que chora porque baixaram música dele. A princípio, a obra do cara, uma vez publicada, em disco, MP3 ou raios gama, é maior que qualquer controle, seja ele o Vitinho Sou Foda ou o Chico Buarque.

Já o Zé Mané que tá indo na padaria e pisa na merda não tem que obrigatoriamente achar incrível aparecer no Google Street View.

Ou mesmo a turma da já tradicional reunião de super heróis do seu bairro.

E você, o que acha de tudo isso?

LEIA TAMBÉM
COMENTE
  • http://twitter.com/LucasCSantos @LucasCSantos

    Achei q faltou explorar mais alguns pontos. Por exemplo, o Google já mancha rostos e placas de carro. Mas ficou subentendido que isso não deve ser suficiente para a corte suiça, certo? Então concordo, que eles deveriam estudar como atender à demanda de alguns por privacidade, sem deixar de oferecer o serviço.

    E não compro muito a comparação com o mp3. Se você está na rua, e pisou na merda, vomitou, ou deu outro vexame, deveria ter considerado a pequena chance de isso passar incólume. Caramba, hj todo mundo tem um celular com câmera, então a chance de alguém te fotografar nessas ocasiões são infinitamente superiores às de vc ser flagrado no SV.

    Por fim, senti falta da opinião do autor: e você, o que acha de tudo isso?

    • Alexandre

      Gostei do seu comentário, Lucas. Concordo.

      • Nícolas Vargas

        Eu, sinceramente, acho que precisa ter autorização de uso de imagem, remunerada ou não, daí fica a critério da hipotética negociação individual com o Google.

        Sobre a comparação "cidadãos com câmera no bolso X SV", um indivíduo que saca uma foto e posta no perfil de quaisquer mídia social, visa a alegria da mesa e só. Já o Google, não sejamos tolos, visa o lucro. E com razão. Mas, para tanto, não pode valer-se da imagem alheia. Não sem consentimento.

        • http://www.twitter.com/delagostini matheus

          e visando a alegria da mesa ele f*de com a privacidade alheia EXATAMENTE da mesma forma. se jogar isso na net entao, ta disponivel pro mundo inteiro olhar! e se for o do de sites como alguns que existem por aí que passam o dia procurando isso pra postar e trazer visitantes visando o lucro com fotos tiradas só pra zoação da mesa? qual a diferença?

          • http://twitter.com/LucasCSantos @LucasCSantos

            Concordo com o Matheus.

            São dois pontos diferentes, um é o da privacidade, vc poder vomitar no meio da rua sem ninguém ficar sabendo. O outro é o do Google ganhar dinheiro a partir da nossa imagem (não sei se ele ganha algo com o Street View especificamente, mas ok).

            O primeiro ponto pra mim não faz mt sentido pq, como disse, na rua vc já não tem privacidade. Já pro segundo, o Google não está usando a imagem de ninguém pra ganhar dinheiro, afinal, os rostos são borrados. Direito de imagem só é quebrado se alguém tem um ganho direto, e minha imagem é facilmente identificada (além disso o Google poderia argumentar q o StreetView tem carater informativo, o que ameniza a questão de direito de imagem).

        • http://alex.frachetta.com/ Alex Frachetta

          Que o Google lucre mais! Ele nos dá esse benefício sensacional sem custo.

          Se alguém achar ruim, o Google retira a imagem do ar sem problemas. Isso tem acontecido bastante na Alemanha.

  • http://www.socialmediabr.com Alex Gonçalves

    Acho que o Google vai ganhar o processo que move contra a Microsoft… por monopólio,

  • Wesley

    Acho que quem dá vexame no meio da rua não tem moral pra vir questionar sua privacidade quando isso vai parar na internet. Claro que isso não se aplica a casos como o que o autor citou (do cara morrer no meio da rua) mas, de resto, as pessoas que pensassem nisso antes de fazer as mer**s.

  • Anymu

    Não quer aparecer, não sai de casa! Quem não deve, não teme.

  • http://www.twitter.com/delagostini matheus

    acho que eu podia ver algumas irmãs de alguns amigos se prostituindo!
    e que esses caras deviam ter me chamado pra essa festa dos super herois!
    e outra… o google te retira se voce reclamar, ou seja, ele mantem sua privacidade caso voce requisite, seja mais rapido que seus vizinhos e se encontre logo porque depois nao vai adiantar chorar…
    quando passar pela minha cidade eu vou pagar bundao igual metade das pessoas fizeram só pra dar print e mostrar pra minha mae! hahahaha

  • rafamn

    Acho que deviam passar CS5 e deixar as ruas vazias…